Entendemos Elena e nos sentimos compreendidos

por: Daniele França – Trocando o Disco – 5 de fevereiro de 2015

foto15

Olá, primeira postagem aqui no Trocando o Disco e eu gostaria de mostrar um dos últimos filmes que vi e achei de uma extrema necessidade divulgá-lo para a sociedade. Elena é um documentário dirigido por Petra Costa, que conta a história da sua irmã (a qual nomeia o filme) e relata a trajetória desta em busca dos seus sonhos, de se tornar uma atriz de Hollywood e deixar pra trás as limitações que existiam no Brasil. Nesse caminho, ela registra tudo em fitas VHS e envia carta para a família contando de sua rotina e testes que fazia na América. Porém, os retornos dos seus testes não saem como o planejado. Com seus sonhos abalados, Elena se encontra frustrada e acredita não ter talento.

“Meu coração está tão triste que eu me sinto no direito de não perambular mais por aí com esse corpo que ocupa espaço e esmaga mais o que eu tenho de tão… tão frágil.”

A narrativa,precisamente, as palavras e o modo como Petra conta a história foi o que mais me chamou atenção. Os depoimentos da mãe foram essenciais para dar todo um contexto nostálgico e triste ao documentário. O longa é delicado e explora a angústia de todas as partes envolvidas, principalmente de Petra que compartilhou do mesmo sonho que a irmã e se encontra em seu caos particular por começar a entrelaçar a sua vida com a de Elena.

“Elena, sonhei com você essa noite… mas num instante você vira água, se desfaz em gotas, desaparece.”

Ao ler a sinopse, não imaginei metade dos sentimentos que teria ao ver o longa. Confesso que tive uma visão totalmente errada do que se tratava a história. Que bom. Foi o melhor erro que cometi. As reflexões propostas mexem com o seu emocional, e acredito que todos nós passamos por momentos como o de Elena: a criação de grandes expectativas, a frustração… Independente da intensidade desses acontecimentos em nossas vidas, entendemos Elena e nos sentimos compreendidos. Não o verei novamente, acredito que não tenho coragem o suficiente pra isso, mas está marcado nos meus favoritos para me certificar de que eu apreciei de forma inteira uma divina obra de arte. Obrigada, Petra.

Índice

(345 artigos)