Elena

por: Lú – Lucy in the sky – 19/6/2013
Eis um filme doloroso, profundo que dói fundo na alma…
Nem acho que o filme pretendesse ser isso, mas apenas é.. e foi assim que assisti estarrecida toda essa profusão de sentimentos transformados em imagens, contundentes, que de fato, falam mais do que qualquer palavra.
A questão da memória presente em cada pedacinho da história, um filme feito de fragmentos, registros e saudades.
Um filme para elaboras as perdas, as culpas e a incrível dor de ter perdido alguém tão especial.
Elena deve ter sido encantadora, ousada, atrevida, corajosa e extremamente sensível, por isso
não aguentou.
No fundo, ela amava as coisas da vida. Por outro lado teve sua existência marcada por ter sido obrigada a uma infância clandestina. O filme mostra o peso dessa repressão que vemos crescer no seu percurso.
Elena, constantemente inquieta, ansiosa, angustiada, mas forte até o fim!
Petra, a diretora,  também encanta pela delicadeza com que se expõe para contar essa história que também é sua…
Quanta doçura, quanto afeto, e a coragem de compartilhar a leitura de um caminho tão íntimo…
Petra é uma cineasta jovem que soube como ninguém transformar seu próprio sentimento e sua experiência afetiva em imagens que comovem. O filme é isso, pura emoção, somos convidados a fruir as lindas imagens, ainda que nas profundezas de uma triste história!

Índice

(345 artigos)