Brasileiros estão se especializando como nunca em documentários

Repercussão no Blog do Mário Marcos – 20/5/2013

image

Tenho repetido aqui que os diretores brasileiros estão se especializando como nunca em documentários. Virou uma especialidade. Um deles está em exibição em Porto Alegre e é daqueles imperdíveis. Elena emociona, causa algum desconforto em certos momentos, tem um ritmo que acelera e fica mais lento, mas é acima de tudo uma prova de paixão de uma irmã por outra. A personagem da história é uma atriz, inquieta, disposta a garantir espaço nos EUA, para onde viaja depois de uma infância perturbada pela clandestinidade dos pais durante a ditadura. Deixa no Brasil a família e, especialmente, a irmã Petra, então com sete anos, para quem servia de segunda mãe desde o nascimento. Elena se suicida, em um momento de depressão profunda, e Petra, já adulta, rumo à mesma profissão, embarca para Nova York. Lá, refaz os passos da irmã. Pega o mesmo trem, bate às portas de seus amigos, percorre os caminhos da cidade citados pela irmã em cartas e fitas, recompõe toda a história – e faz também uma espécie de terapia.

Índice

(345 artigos)